terça-feira, 10 de março de 2009

OS SETE SELOS - PARTE I


OS 4 PRIMEIROS SELOS



Para entender melhor vamos  dividir em três partes, e passaremos a analisar os 4 primeiros selos do livro do Apocalipse. Leiamos então Apoc. 6:1-2


Introdução
1 Vi quando o Cordeiro abriu um dos sete selos e ouvi um dos quatro seres viventes dizendo, como se fosse voz de trovão: Vem!
2 Vi, então, e eis um cavalo branco e o seu cavaleiro com um arco; e foi-lhe dada uma coroa; e ele saiu vencendo e para vencer.

Precisamos entender os selos no contexto do julgamento que se inicia no cap 4 e 5. Assim, quando o Cordeiro abre os selos o julgamento está começando.

Como relacionar os selos ao julgamento?
  • Foi entendido pelo historicismo que quinto selo fala do julgamento dos Mártires,
  • Entendemos e é aceito que no sexto está ocorrendo o julgamento e selamento dos vivos,
  • Assim o sétimo o juízo termina quando a porta da graça se fecha.
Teremos que entender então que os 4 primeiros selos devem serem olhados no contexto de julgamento, porque Deus é um Deus coerente e não iria falar de períodos históricos no início, com os 4 cavaleiros e mudar o cenário para o julgamento no céu,  pois o quinto selo fala claramente de julgamento. 

Se você que  esta lendo  é um adventista, veja com  uma atenção especial o comentário feito por E.G.W.:
As coisas reveladas a Daniel foram mais tarde completadas  pela revelação feita a João na ilha de Patmos,(...)

Foi o Leão da tribo de Judá que abriu o livro e deu a João a revelação do que deve acontecer nestes últimos dias. 




1-Quando Ellen G. White escreveu o texto acima (Testemunhos para Ministros, pág. 114-115) ela não estava falando do passado e sim do futuro! Segundo a explicação dada por Ellen G. White, o conteúdo do livro selado com Sete Selos de Apoc. 5:1 não diz respeito ao passado e sim aos acontecimentos dos últimos dias. Ela relaciona a porção selada do livro de Daniel (Daniel 12:8-13) com o desselamento do livro selado com Sete Selos e a proclamação final das três mensagens angélicas, tempo em que a Lei de Deus será exaltada diante do mundo,  leia o texto completo.


2-Na mente de Ellen G. White a porção selada do livro de Daniel é o mesmo livro selado com Sete Selos que João viu na mão do Deus Pai assentado sobre o trono em Apoc. 5:1, e diz respeito aos acontecimentos que ocorrerão durante a proclamação final das três mensagens angelicas!


Se é assim quem são os que estão sendo julgados nos primeiros selos?
Em I pedro 4:17 lemos o seguinte:

Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus?

Então podemos concluir com segurança que o julgamento começa com o Povo de Deus, começa com as pessoas que morreram em Cristo. Porque as que morreram somente? Porque os vivos são julgados no sexto selo, são julgados e selados e sobre eles é dito que serão os 144 mil e a grande multidão e que passarão pela grande tribulação.
Os mártires no quinto selo, que são uma classe especial de mortos em Cristo, aparecem reclamando seu julgamento, mas Deus afirma que o número deles não está completo. Por que? Porque alguns durante a tribulação serão mortos outros ainda, assim eles serão julgados no final junto com os vivos, e o julgamento deles terminará quando terminar a intercessão de Jesus no santuário celestial.

Pedro nos dá uma dica importante que não devemos perder. Ele nos diz no versículo acima que o julgamento começa pela casa de Deus, e que Ele vai julgar também os que são desobedientes ao Evangelho. Quem são as pessoas que são consideradas desobedientes ao Evangelho?
  1. Vamos começar com todos os evangélicos que professam crer em Deus e servir a Jesus mas não O seguem. Eles são pessoas que vão a igreja, pensam estarem salvos porque fazem o que a igreja manda, e não o que Deus manda em sua palavra. Eles são pessoas que apesar de saber o que Deus deseja em sua palavra insistem em fazer o errado porque "todo mundo faz" e não querem perder os amigos ou porque é mais fácil, ou porque segundo eles Deus é um Deus de amor e não vai considerar pequenos deslizes.
  2. Continuaremos com a igreja Católica que ensina o erro e que mudou o que Cristo ensinou. Que se coloca no lugar de Jesus fazendo mediações que mudou os mandamentos de Deus ensinando a adorar idolos e a guardarem o domingo.
  3. Todo o restante que se dizem : ateu, agnóstico, espírita, hindú, budista, Islamita, judeu, etc qualquer religião que não seja Cristã.
Os símbolos de Cavalos o que seriam?
Não é somente no Apocalipse que aparece o símbolo de cavalo. Em Zacarias também vemos o mesmo símbolo. Zac 10: 3 compara o povo de Israel, o seu povo, como um cavalo de glória.
Contra os pastores se acendeu a minha ira, e castigarei os bodes-guias; mas o SENHOR dos Exércitos tomará a seu cuidado o rebanho, a casa de Judá, e fará desta o seu cavalo de glória na batalha.
Joel 21-4 faz o mesma comparação.
1 Tocai a trombeta em Sião e dai voz de rebate no meu santo monte; perturbem-se todos os moradores da terra, porque o Dia do SENHOR vem, já está próximo;
2 dia de escuridade e densas trevas, dia de nuvens e negridão! Como a alva por sobre os montes, assim se difunde um povo grande e poderoso, qual desde o tempo antigo nunca houve, nem depois dele haverá pelos anos adiante, de geração em geração.
3 À frente dele vai fogo devorador, atrás, chama que abrasa; diante dele, a terra é como o jardim do Éden; mas, atrás dele, um deserto assolado. Nada lhe escapa.
4 A sua aparência é como a de cavalos; e, como cavaleiros, assim correm.

Em Joel o povo é comparado com cavalos e como cavaleiros.
Faremos o mesmo e compararemos os 4 primeiros cavalos e seus cavaleiros com um povo, um grupo de pessoas.

PRIMEIRO SELO - CAVALO BRANCO





Apoc 6: 1 e 2
1
Vi quando o Cordeiro abriu um dos sete selos e ouvi um dos quatro seres viventes dizendo, como se fosse voz de trovão: Vem!
2 Vi, então, e eis um cavalo branco e o seu cavaleiro com um arco; e foi-lhe dada uma coroa; e ele saiu vencendo e para vencer
Assim vejamos, se o julgamento começa com o povo de Deus, o cavalo Branco e seu cavaleiro que é o povo de Deus conduzido por um Grande general Jesus , que saiu vencendo para vencer! É o primeiro ser vivente que diz: Vem! - Ele tem a aparência de Leão, Jesus também é o Leão de Judá.
Ele, continua dizendo o versículo, recebe uma coroa, como o Sumo Sacerdote na terra recebia uma roupa especial com uma turbante especial quando era escolhido para exercer o ofício no dia da expiação, Jesus recebe a coroa, símbolo de que seu ministério no santíssimo iria começar. E ele seria vencedor no final!



SEGUNDO SELO - CAVALO VERMELHO





Apoc 6: 3 e 4
3 Quando abriu o segundo selo, ouvi o segundo ser vivente dizendo: Vem!
4 E saiu outro cavalo, vermelho; e ao seu cavaleiro, foi-lhe dado tirar a paz da terra para que os homens se matassem uns aos outros; também lhe foi dada uma grande espada.
O julgamento então segundo Pedro continua com os que não obedecem ao evangelho de Jesus. É o segundo ser vivente quem diz: Vem! Ele tem a aparencia de Bezerro e este animal é símbolo da tribo de Efraim. Esta tribo se tornou idólatra.
O que seria este cavalo vermelho?
A explicação podemos encontrar no livro de Zacarias 1:8 que fala de um homem cavalgando um cavalo vermelho e a interpretação é dada nos versos 10 e 11" São os que o Senhor tem enviado para percorrerem a terra" e o relatório deles é "que a terra está tranquila e em descanso" no caso o profeta se refere a Jerusalém, que estava desolada, queimada, habitada por gentios, e o restante do povo que ficara no lugar, havia se misturado com as pessoas deportadas para lá de outras nações. Poderia ser considerada esta descrição como tranquilidade? Assim nos versos seguintes Zacarias pede a Deus que tenha misericórdia de Jerusalém e seu povo pois já passara 70 anos no exílio e precisavam se estabelecer no lugar.
O relatório portanto do cavaleiro não era verdadeiro. Era somente tranquilizador. Era um falso profeta, um falso mensageiro. Veja o que Ez 13:3 e 10 fala dos falsos profetas.

3
Assim diz o SENHOR Deus: Ai dos profetas loucos, que seguem o seu próprio espírito sem nada ter visto,
10  Visto que andam enganando, sim, enganando o meu povo, dizendo: Paz, quando não há paz, e quando se edifica uma parede, e os profetas a caiam,
O vermelho também está associado ao Dragão e a Besta. Assim o cavalo vermelho e seu cavaleiro representa uma classe de pessoas, que se dizem Cristãs, mas não seguem o evangelho, são falsos profetas que percorrem a terra dizendo que há paz e que " Jesus nos Salva" que só a "Graça nos basta", que " uma vez salvo, salvo para sempre". Pregam um evangelho de prosperidade ou de troca. Um evangelho que o que se precisa fazer é dar uma oferta e uma benção será recebida. Que se pode quebrar os mandamentos porque quando Espírito Santo desce sobre você, e você fala em línguas, você está salvo. Assim a segunda classe que é julgada é a classe de todos os protestantes que não seguem o que a bíblia determina, antes seguem suas próprias tradições, pensamentos e seus líderes! Segue as tradições de Babilônia.
O cavaleiro tem uma espada na mão, e tira a a paz da terra. Jesus é o Príncipe da Paz, assim ele jamais poderia ser apontado como o cavaleiro de vermelho. Este no entanto além de tirar a paz da terra faz com que os homens se matem uns aos outros, ora , em Heb 2: 14 Deus declara que é o Diabo que tem o Império da Morte. Assim o Cavaleiro com a espada é Satanás que guia os professos evangélicos para sua destruição final, quando se matarão uns aos outros.

TERCEIRO SELO - CAVALO PRETO



Apoc 6:5 e 6
5 Quando abriu o terceiro selo, ouvi o terceiro ser vivente dizendo: Vem! Então, vi, e eis um cavalo preto e o seu cavaleiro com uma balança na mão.
6 E ouvi uma como que voz no meio dos quatro seres viventes dizendo: Uma medida de trigo por um denário; três medidas de cevada por um denário; e não danifiques o azeite e o vinho.
Um terceiro ser vivente entra em cena e chama o próximo Cavaleiro. Ele tem a aparência de Homem, e no estandarte de Ruben, a tribo carrega este símbolo: O Homem. O cavalo tem a cor preta.
Rúbem era o primogênito dos filhos de Israel, mas perdeu a posição por ter o caráter fraco e duvidoso. Em Zac 6:6 também aparece um cavalo preto, e ele afirma que " os carros onde estão os cavalos pretos, saem para o Norte". o Rei do Norte em Daniel é o papado, Babilônia, é o símbolo da igreja Romana, assim o terceiro Cavalo Preto, é o julgamento da igreja-mãe, a maior igreja cristã do planeta, e a que possui mais tradições contrárias a bíblia. Assim todos os mortos da igreja catolica serão julgados nesta fase.
O Cavaleiro tem uma balança na mão. A balança é símbolo de julgamento, assim, o papado é o cavaleiro que tem a balança na mão, ele pretende julgar as pessoas, pretende que pode lançar no inferno e tirar de lá quem ele desejar. Nós sabemos que é Jesus o único que pode julgar as pessoas, o único que pode dizer " Pesado foste na balança e achado em falta." Dan 5:27
Também existe uma recomendação para que não se danifique o Azeite e o Vinho. Quem são esses aqui representados? São o povo de Deus que está na igreja mãe, os católicos e os outros que beberam seu vinho da igreja mãe, que estão em outras denominações que se converterão na última hora. Eles receberão o Espírito Santo, pois são o povo de Deus que ainda estão em Babilônia mas ouvirão o chamado de Deus no momento final e serão parte da grande multidão de salvos em Cristo. Haverá um alto clamor, a clareza do evangelho alcançará a todos os filhos de Deus e eles sairão da Babilônia no momento final. Amém!
Neste contexto, o remanescente de Deus, devem tratar os que saíram da Babilônia com muito cuidado, e prepará-los para a grande tribulação que ocorrerá e o o encontro com o Senhor em breve.
Aparece então a figura do trigo e da cevada. Eles aqui são comprados com um dinheiro, igual valor, mas as quantias são diferentes. O trigo valia mais e era mais caro, a cevada era o alimento dos animais e da população pobre. Ambos são símbolos do povo de Deus. Jesus contou a parábola do trigo e do joio, onde o trigo era o povo de Deus. Também a cevada aparece na festa das primícias, representando a colheita. Ambos são símbolos do povo de Deus.
Jesus contou também uma parábola sobre um homem que tinha um campo e contratou trabalhadores ao longo do dia, prometendo a todos um denário. A primeira turma começa as 6 da manhã, a a última quase seis horas da tarde, no fim do dia, mas todos recebem igual salário. Essa parábola representa o povo de Deus e seu chamado. Uns são chamados cedo mas outros na última hora e no entando todos receberão a mesma recompensa. No caso dos salvos de última hora, estes sairão da Babilônia espiritual, e se juntarão ao Povo de Deus pouco antes da porta da graça se fechar. Terão a mesma recompensa dos que tiveram conhecimento prévio e guardaram a palavra de Deus na sua totalidade.

QUARTO SELO - CAVALO AMARELO





Apoc 6: 7 e 8
7 Quando o Cordeiro abriu o quarto selo, ouvi a voz do quarto ser vivente dizendo: Vem!
8 E olhei, e eis um cavalo amarelo e o seu cavaleiro, sendo este chamado Morte; e o Inferno o estava seguindo, e foi-lhes dada autoridade sobre a quarta parte da terra para matar à espada, pela fome, com a mortandade e por meio das feras da terra.
Agora que já foram julgados todos os que criam ou que professaram crer em Cristo, o próximo cavaleiro a ser julgado só pode ser o grupo dos restantes que não professam crer em Cristo, e que são liderados por Satanás. Neste grupo também estão os que não saíram de Babilônia.
O ser vivente tem a aparência de Águia. é o símbolo da tribo de Dã. Este filho de Jacó foi comparado a uma serpente junto ao caminho. que morde o cavaleiro por detrás. Satanás também morde o calcanhar em Gen 3: 15 e é ele a própria serpente. Dã não aparece na lista das tribos em Apoc 21. A tribo não tem o nome no portal da cidade santa.

Essa grande massa de perdidos, todos os que não sairam da Babilônia, todos os que adoram deuses falsos, espíritas que não creem em salvação por Cristo Jesus, os que pregam que não existe pecados ou que não tem em Cristo seu salvador. Todos receberão o castigo de Satanás e é ele que aparece arrastando a todos os seus seguidores para a morte e para o inferno. A quantidade de pessoas que ele destruirá no tempo da perseguição serã muito grande, Satanás tem prazer na morte das pessoas por isso que o nome do cavaleiro é MORTE.